Em resposta ao desastre de tsunami no Oceano Índico, a U.S. Agency for International Development (USAID – Agência Americana para o Desenvolvimento Internacional) lançou vários programas para iniciar a mitigação pós-desastre e a preparação para outros eventos.

A Tetra Tech concluiu dois projetos para ajudar a reabilitar a região e estabelecer a capacidade de alerta antecipado do sistema na região do Oceano Índico. Os dois projetos foram concedidos à joint venture IRG-Tetra Tech, como contratada principal no contrato global de quantidade indefinida Integrated Water and Coastal Resources Management (Gestão de Recursos Hídricos e Costeiros Integrados) financiado pela USAID.

Uma equipe liderada pela Tetra Tech realizou uma avaliação de necessidades para a província de Aceh, Indonésia, para identificar oportunidades de reabilitar danos ambientais, restaurar ecossistemas costeiros, restaurar a subsistência das comunidades costeiras e capacitar o planejamento local. As recomendações incluíam o planejamento e construção de estradas de apoio e outras infraestruturas com a finalidade dupla de sustentar o desenvolvimento da subsistência costeira e criar uma estrutura abrangente para reabilitar os recursos costeiros.

A equipe detalhou oportunidades específicas agrupadas nos seguintes temas de recomendação:

  • Infraestrutura costeira conectada à estrada
  • Meios de subsistência costeira sustentáveis
  • Uso racionalizado das terras costeiras
  • Informações acessíveis
  • Educação e comunicação
  • Gestão costeira integrada
  • Fortalecer as instituições locais

Para uma segunda ordem de tarefas com um escopo muito mais amplo, a equipe foi selecionada para atuar como integradora do programa da USAID para fornecer assistência técnica, coordenação, treinamento e suporte administrativo para o desenvolvimento e implementação do Sistema de Alerta de Tsunami no Oceano Índico. Dentro do Programa Sistema de Alerta de Tsunami no Oceano Índico, um sistema de alerta de ponta a ponta foi implementado, incluindo a avaliação de riscos, previsões, comunicações e preparação da comunidade.

A equipe analisou e consolidou os resultados das avaliações nacionais de capacidade dos 16 países para implementar um sistema de alerta de tsunami eficaz.

A equipe também trabalhou com a National Oceanic and Atmospheric Administration (Administração Oceânica e Atmosférica Nacional) para sustentar a iniciativa de Resiliência das Comunidades Costeiras. A iniciativa ajuda as comunidades costeiras a melhorar o seu desenvolvimento, adotando objetivos comuns e melhores práticas projetadas para formar a resiliência a tsunamis e outros riscos naturais e artificiais.