A Tetra Tech está trabalhando em conjunto com a Agência para o desenvolvimento internacional dos EUA (USAID) para avaliar a interseção entre a segurança dos direitos aos recursos naturais e o progresso dos esforços de mitigação e adaptação às mudanças climáticas. Intervenções que fortaleçam a posse dos recursos e a governança dos direitos de propriedade podem ajudar a reduzir a vulnerabilidade e aumentar a flexibilidade de pessoas, lugares e meios de subsistência face às mudanças climáticas. Também podem promover práticas de utilização de recursos que ajudem a atingir os objetivos de mitigação e desenvolvimento.

O programa de posse fundiária e mudanças climáticas globais (TGCC), lançado em 2013, é um projeto de cinco anos, cuja meta é identificar e testar modelos que fortaleçam governança da posse de recursos e aumente a eficácia das iniciativas de mitigação e adaptação às mudanças climáticas. Por meio do TGCC, a Tetra Tech está avaliando diversas questões relacionadas, por meio de estudos de caso, análises e trabalho de campo em todo o mundo.

Zâmbia
Estamos testando as hipóteses de que a segurança da posse é um pré-requisito necessário para que os fazendeiros invistam tempo e energia em práticas agrícolas inteligentes em relação ao clima (CSA - Climate-Smart Agriculture). Estamos também trabalhando com parceiros locais para implementar atividades que fortaleçam a posse dos fazendeiros, reforcem as regras de gestão fundiária e ofereçam treinamento e insumos para práticas de CSA como a silvicultura.

Nepal
Estamos prestando suporte em instalações de parcerias para redução de carbono em florestas, fazendo a avaliação de leis de recursos e posse fundiária.

Mianmar
Estamos prestando assistência técnica ao governo para desenvolver uma Política nacional de uso e ocupação do solo, incluindo o suporte à formulação de políticas e consultoria às políticas formuladas. Espera-se que o projeto preste suporte a atividades-piloto nas áreas de direitos fundiários e de recursos.

Guatemala, Honduras e Panamá
Realizamos avaliações regionais de posse de recursos e relevo sustentável nesses países.

Atividades globais
Em conjunto com a Universidade Estadual de Michigan, nos EUA, pesquisamos e publicamos exames literários e documentos analisando as evidências empíricas que vinculam a restituição de posse de terras e os objetivos alcançados de gestão biofísica e florestal. O projeto TGCC está também desenvolvendo estudos primários sobre a restituição de posse de recursos marinhos e pesqueiros de pequeno porte, bem como sua relação com a conservação e adaptação da biodiversidade.