A ENEVA, antiga MPX Energia S.A., escolheu a Tetra Tech para dar suporte ao desenvolvimento de um Plano de Controle Ambiental (PCA) para suas operações no Porto do Itaqui, Brasil, para a descarga de carvão mineral para sua Usina Termoelétrica (UTE).

A ENEVA instalará um sistema de transporte de carvão de 231 m que será usado para descarregar carvão importado trazido por navios para a UTE. Para desenvolver o PCA para o licenciamento das atividades portuárias, a Tetra Tech usou informações do diagnóstico ambiental descrito no Estudo de Impacto Ambiental (EIA) da UTE Itaqui e no EIA da dragagem do canal de acesso portuário.

A Tetra Tech analisou o ambiente físico no tocante à qualidade do ar (avaliando a dispersão de poluentes na atmosfera usando modelagem de qualidade do ar), mudanças na qualidade da água (avaliando os derramamentos acidentais de óleo e carvão através de modelagem de dispersão na Baía de São Marcos) e alterações nos níveis de ruído emitidos durante as atividades portuárias. A Tetra Tech realizou uma análise da mudança na composição e estrutura de populações animais e vegetais no ambiente biótico. Outros estudos foram conduzidos para o impacto ambiental socioeconômico, incluindo geração de emprego, aumento na arrecadação de impostos e o risco de ocorrência de doenças respiratórias.

A identificação e a avaliação de impactos foram realizadas para a operação do sistema de descarga e transporte de carvão do Porto do Itaqui após o diagnóstico ambiental. Estas informações foram geradas a partir de uma análise preliminar de riscos desenvolvida especificamente para o PCA e a partir do EIA. A Tetra Tech realizou avaliações de fatores físicos, bióticos e socioeconômicos presentes na área de influência.

Os resultados do estudo propuseram medidas de mitigação para os seguintes itens:

  • Programa de monitoramento da qualidade do ar
  • Programa de monitoramento da qualidade das águas costeiras
  • Programa de monitoramento e controle de ruído
  • Programa de monitoramento da comunidade aquática
  • Programa de comunicação social e relacionamento com partes interessadas
  • Programa de educação ambiental
  • Programa de monitoramento e controle das condições de saúde
  • Plano de emergências individuais

Estes programas e diretivas são complementares àqueles do Plano Ambiental Básico da UTE Itaqui e estão sendo realizados agora.