Para oferecer energia elétrica confiável e de qualidade aos cidadãos de Calcutá, na Índia, as centrais elétricas de Calcutá (CESC - Calcutta Electric Supply Company) decidiram otimizar seu sistema de distribuição utilizando as tecnologias mais recentes. CESC, em consultoria com a Agência de comércio e desenvolvimento dos EUA, escolheu a Tetra Tech para conduzir um estudo de viabilidade para desenvolver os requisitos e especificações de um roteiro de implementação de rede inteligente (smart grid). O estudo examinou as possíveis melhorias em termos de eficiência e confiabilidade do sistema de distribuição da CESC, que atende a 2,8 milhões de consumidores em Calcutá. O estudo de viabilidade contemplava um projeto-piloto de uma rede inteligente e a avaliação da viabilidade tecnológica, econômica, legal e financeira, e os impactos sociais e ambientais de implementação de projetos smart grid na rede da CESC. Também contemplou recomendações pra a integração de aplicações em nível de empreendimento. 

Agradecemos pelo relatório da Tarefa 3, que está excelente e foi elaborado com muita diligência, compreensão de nossas necessidades e altíssimo nível de especialização da ESTA/Tetra Tech. O medidor integrante Spec é bastante abrangente e nos ajudará, servindo de modelo e guia na expansão para as demais áreas e no processo de aquisição e expansão da rede de medidores no futuro próximo.

Debasis Gupta, Gerente geral, planejamento, CESC Limited, Calcutá
A Tetra Tech analisou e examinou os requisitos e recomendações para o projeto-piloto e a otimização de todo o sistema. As atualizações abrangiam a automação do sistema de distribuição, otimização das telecomunicações para planos de sistemas de TI, a integração de medidores inteligentes, redes em áreas residenciais e outras tecnologias de comunicação interativa e sistemas de gerenciamento smart grid ao sistema de distribuição e gerenciamento da CESC. Nossa equipe analisou a eficiência e os desafios do atual sistema de distribuição da CESC e identificou os principais gargalos para a implementação das tecnologias smart grid no sistema de distribuição. Avaliamos como esses planos deveriam lidar com o projeto-piloto da rede inteligente e uma eventual expansão para todo o sistema de distribuição.
 
A Tetra Tech sugeriu ensaios em pequena escala com unidades de monitoramento em cadeias circulares e com unidades-piloto de infraestrutura de medição avançada. Um perfil de tensão de ponta a ponta foi traçado com cerca de 1.000 fontes de alimentação de 33 kV a 6,6 kV. Além disto, fontes de alimentação para compensação volt/var foram identificadas para melhorar a confiabilidade do abastecimento de energia elétrica. A Tetra Tech estudou o sistema SCADA existente na CESC com 132 kV e 33 kV, e fez recomendações para a incorporação do desenvolvimento tecnológico mais recente em áreas como a inclusão de sistemas de gerenciamento de quedas de energia e o sistema de gestão de energia. A Tetra Tech descobriu que o projeto e as soluções tecnológicas do smart grid seriam úteis de imediato para a missão da CESC de aprimorar a qualidade e a confiabilidade de seus serviços, ao mesmo tempo reduzindo as perdas técnicas e comerciais de de potência.
 
Finalmente, a Tetra Tech avaliou o impacto da rede inteligente na sociedade e no meio ambiente em geral. A Tetra Tech fez sugestões para mitigar os impactos negativos sobre a sociedade e o meio ambiente, como a economia na utilização de mão de obra devido à automação e a disposição de 3 milhões de metros instalados de forma amigável, em termos de meio ambiente.