Mais de 550 milhões de pessoas na África ainda não têm acesso à eletricidade, de acordo com o Banco Mundial. Com as economias africanas projetadas para crescer até 7% nas próximas duas décadas, sanar as deficiências da rede energética do continente é um dos maiores focos dos governos africanos e das organizações de financiamento não governamentais.

No Fórum de Energia da África, a Tetra Tech se juntou a mais de 900 executivos, investidores, prestadores de serviço e outros interessados para explorar maneiras de atender às futuras demandas de eletricidade. A reunião foi realizada de 18 a 20 de junho em Barcelona, na Espanha.

David Keith, da Tetra Tech, presidiu a sessão Africa Grid: Increasing Investment in Transmission & Distribution, discutindo o impacto dos novos projetos de geração de energia na região, capacidade da rede e questões de interconexão regional.

Jairo Gutierrez, da Tetra Tech, atuou no painel voltado a Corporações Financeiras Internacionais sobre Parcerias Público-Privadas (PPPs), onde o grupo analisou os produtores de energia independentes e as PPPs na região. Jairo comparou as reformas do setor energético na América Latina com o progresso obtido na África.