Nesta entrevista da Devex, Patrick Norrell, diretor do setor de crescimento econômico e agrícola da Tetra Tech, fala sobre conectar produtores da base da pirâmide a cadeias de fornecimento agrícolas comerciais que podem preencher a lacuna entre a agricultura de subsistência e a formação de um negócio sustentável.

Nos governos recentes, doadores de auxílios estrangeiros, e seus parceiros de implementação empreenderam uma notável mudança nos esforços para integrar os menos favorecidos em cadeias de valores comerciais com o objetivo de melhorar a segurança alimentar, saúde e meios de subsistência.

Norrell explica que um dos principais desafios permanece sem grandes mudanças: como fornecer de forma sustentável treinamentos, informações, tecnologias, financiamentos e conexões de mercado para os que estão na base da pirâmide. A capacitação de empresas locais, pequenas e médias – o segmento intermediário ausente na agricultura – é crucial para fornecer produtos e serviços que conectam estes pequenos atores aos mercados, ao capital e a fornecedores no topo da pirâmide.

Além de aumentar a produção geral e a produtividade, a abordagem da Tetra Tech ao desenvolvimento holístico da cadeia de valores agrícola – recentemente testada em projetos da U.S. Agency for International Development (USAID – Agência Americana para o Desenvolvimento Internacional) na Colômbia, Uganda, Macedônia e Kosovo – foca na capacitação do setor privado dentro deste segmento intermediário ausente. Em Uganda, a Tetra Tech está dando suporte à USAID na formalização de conexões entre fornecedores de insumos e atacadistas e na formação de relações comerciais benéficas entre fornecedores de insumos e representantes comerciais de vilarejos para facilitar iniciativas finais que tornam insumos agrícolas de qualidade mais acessíveis para produtores rurais.

Esta entrevista é parte da campanha de Desenvolvimento da Alimentação da Devex, que foca em segurança alimentar. Saiba mais sobre a campanha.