O Instituto de Parcerias Público-Privadas da Tetra Tech (IP3) concluiu seis semanas de treinamento com 20 autoridades do Ministério de Energia e Minerais da Tanzânia em Washington, DC, em fevereiro de 2014. Foi a primeira vez que o IP3 promoveu um treinamento personalizado para participantes de uma única organização; o IP3 planeja oferecer esta opção de treinamento anualmente em janeiro e fevereiro. Os participantes representavam diversas agências do ministério e tinham a incumbência de se tornarem especialistas certificados em parcerias público-privadas (PPP) – em cerca de metade do tempo geralmente necessário para tanto.

O ministério e o Banco Mundial, que ajudou a financiar o treinamento, procuraram David Baxter, do IP3, para que ajudasse o ministério a aprimorar sua capacidade de desenvolvimento de competências no setor de energia. A Tanzânia possui vastas reservas de petróleo e gás e está ampliando sua presença no mercado de energia. As demandas do ministério para aprimorar sua especialização em contratos, suprimentos, modelagem financeira, envolvimento de partes interessadas e formação de parcerias com o setor privado. A Tetra Tech também instruiu os participantes sobre métodos de melhorar os relacionamentos de trabalho com seus supervisores e colaboradores de outros órgãos.

Depois que o IP3 informou à embaixada da Tanzânia sobre o treinamento, os participantes receberam uma visita inesperada da Embaixatriz Mulamula, da Tanzânia, que ofereceu as dependências da embaixada para que o grupo discutisse o trabalho a ser realizado. Ela reiterou a necessidade de profissionais do ministério em quem pudesse confiar para responderem aos seus questionamentos e fornecerem informações sobre problemas energéticos. Essa atribuição de responsabilidades pela embaixatriz teve forte efeito sobre os participantes, e a embaixatriz e sua equipe foram capazes de construir relacionamentos com funcionários individuais do ministério.

A Embaixatriz Mulamula também compareceu à cerimônia de encerramento dos treinamentos e conferiu a seus compatriotas seus diplomas. Ela estava tão empolgada ao final de seu discurso como paraninfa que entonou uma canção tanzaniana que fez com que os participantes a aplaudissem de pé, cantando junto com ela em Suaíli.

O IP3 e a Tetra Tech têm orgulho de fazerem parte dessa conquista, que significa tanto para o futuro da Tanzânia. Estamos entusiasmados em ver como esse grupo irá colocar em prática seu certificado de PPP, à medida que se tornarem líderes em seus respectivos órgãos, auxiliando a Tanzânia em seu crescimento como produtora de energia para a África.

Saiba mais sobre os serviços de PPP da Tetra Tech no site www.ip3.org.